Instituto Ronald lança Carteira de Projetos 2024

O Instituto Ronald McDonald anunciou, nesta segunda (20 de maio), a lista de projetos e instituições que serão beneficiados em 2024. Ao todo, 80 projetos de 49 instituições, presentes em 41 cidades nas 5 regiões do país, foram aprovados,. O Instituto Ronald conta com 68 projetos 100% apoiados pela pelo McDia Feliz 2024 e 8 projetos que terão como parte da fonte de recursos a campanha McDia 2024 e conta única, além de 4 que serão executados exclusivamente com recursos já arrecadados em conta única, vindos de recursos excedentes de projetos anteriores ou não realizados.

Para os Programas Core do Instituto Ronald McDonald, serão destinados recursos para a manutenção de 7 projetos do Programa Casa Ronald McDonald, 13 do Programa Espaço da Família Ronald McDonald e 24 do Programa Diagnóstico Precoce do Câncer Infantojuvenil. Já para o Programa Local, foram selecionados 33 projetos alinhados ao Programa Atenção Integral após sua reformulação.

Neste ano, 3 instituições vão participar do McDia Feliz como mobilizadoras em suas localidades e que darão suporte à estratégia nacional de apoio à causa do câncer infantojuvenil, bem como suporte a projetos que serão desenvolvidos para o estado do Rio Grande de Sul, que foi atingido por uma grande catástrofe e que precisará de todo o apoio nesse momento.

EDITAL DE PROJETOS

No início do ano, o Instituto recebeu de sua rede de instituições parcerias as propostas para o Edital de Projetos 2024, por meio do Processo de Submissão de Propostas, que inclui a avaliação da área técnica responsável pelos Programas, da Comissão Médica, da Diretoria e do Conselho Gestor do Instituto Ronald. Cada proposta foi avaliada com o objetivo de atingir o propósito de ampliar o impacto gerado em prol da saúde e bem-estar de crianças e adolescentes e suas famílias, bem como as prioridades estratégicas do Instituto e pontos relacionados a prestação de contas, auditoria e disponibilidade de recursos prévios na região, com a finalidade de garantir a transparência e compliance dos recursos investidos pelos parceiros e comunidade na causa.

Agradecemos a todas as instituições que fazem parte do cadastro do Instituto Ronald McDonald e que encaminharam projetos. Juntos somos mais fortes e estamos contribuindo para a saúde e a qualidade de vida das crianças, adolescentes e seus familiares.

Confira a lista dos projetos 2024:

Conheça a história da Larissa: de paciente à profissional capacitada pelo Programa Diagnóstico Precoce

Hoje, vamos conhecer a história da Larissa Melo, profissional de saúde que foi capacitada em 2023 através do Programa Diagnóstico Precoce do Câncer Infantojuvenil, em parceria com a Casa Durval Paiva.

A médica de 26 anos já colocou seus conhecimentos à prova ao diagnosticar uma paciente com leucemia no início deste ano. Após 3 meses recebendo diversos diagnósticos diferentes e com muitas dores nas articulações, a paciente foi atendida por Larissa na UPA de Potengi, Zona Norte de Natal. Lá, a médica realizou o diagnóstico e encaminhou a pequena paciente para a Central de Regulação.

“Os profissionais da saúde precisam estar sempre atentos aos primeiros sinais e sintomas do câncer infantojuvenil. Isso porque as Unidades de Pronto Atendimento e outras Unidades Básicas de Saúde muitas vezes não têm pediatria, e o diagnóstico precoce da doença, junto ao encaminhamento para o tratamento, pode aumentar as chances de cura e diminuir as chances de sequelas” – avaliou Larissa Melo

Esta história se torna ainda mais notável porque, aos 2 anos, Larissa foi diagnosticada com Leucemia e, após 6 meses de tratamento, conseguiu se recuperar de forma definitiva.

Ao longo de toda a sua história, o Programa Diagnóstico Precoce já capacitou cerca de 36 mil profissionais e estudantes da área da saúde, além de sensibilizar profissionais da educação básica a notarem os primeiros sinais da doença. Mas isso não seria possível sem o apoio de pessoas como você!

E você também pode ajudar apoiando o nosso programa. Cada profissional capacitado custa R$ 400,00. Vamos juntos ajudar a promover a esperança para aqueles que mais precisam?

Para apoiar o nosso programa e fazer a diferença, basta acessar a nossa página de doação e deixar sua contribuição.

Juntos somos mais fortes!

Onze leitos de TMO são inaugurados na APACN com recursos do McDia Feliz

E o McDia Feliz segue promovendo a cura do câncer infantojuvenil!

Nesta quinta-feira (22), o Chico Neves, Superintendente Institucional do Instituto Ronald, participou da inauguração de 11 leitos de transplante de medula óssea (TMO) na Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia (APACN), em Curitiba.

O TMO é um procedimento indicado para o tratamento de leucemias, linfomas, tumores e outras doenças, e os novos leitos são de extrema importância, pois, durante o tratamento contra a doença, os pacientes ficam imunodeprimidos e mais suscetíveis a contrair infecções.

Ao longo dos anos, o Instituto Ronald McDonald já investiu R$2.544.968,05 em 26 projetos em parceria com a instituição e, para este projeto, foram investidos mais de R$ 172 mil que vieram de recursos do McDia Feliz. Incrivel, né?

Juntos somos mais fortes!

Juntos somos mais fortes na luta contra o câncer infantil

No cenário desafiador do combate ao câncer infantil, a colaboração e o trabalho em rede emergem como ferramentas fundamentais para promover avanços significativos na conscientização, prevenção e tratamento. Datas emblemáticas, como o Dia Mundial do Câncer (4 de fevereiro) e o Dia Internacional de Luta contra o Câncer Infantil (15 de fevereiro), destacam a urgência de ações coletivas e enfatizam a necessidade de estreitar laços para enfrentar essa complexa questão de saúde pública.

Ambas as datas desempenham papéis complementares e significativos ao alertar globalmente sobre o câncer em todo o mundo. O Dia Mundial do Câncer promove este ano a bandeira por cuidados mais justos, enquanto o Dia Internacional de Luta contra o Câncer Infantil, criado pela Childhood Cancer International (CCI) em 2002, chama atenção sobre sinais e sintomas do câncer infantil e expressa apoio às crianças e adolescentes e suas famílias.

No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a doença é a principal causa de morte na faixa etária de 1 a 19 anos. Estima-se que, a cada ano do triênio 2023/2025, surjam 7.930 novos casos entre essa faixa etária no país.

Globalmente, a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (da Organização Mundial da Saúde) estima que 215.000 casos sejam diagnosticados anualmente em crianças menores de 15 anos, com cerca de 85.000 casos entre adolescentes de 15 a 19 anos. Leucemias, tumores no sistema nervoso central e linfomas são os tipos mais comuns de câncer na infância e adolescência.

O Brasil, particularmente a região Norte, emerge como um foco crítico nos esforços futuros para conter a taxa de mortalidade por câncer infantil. A conscientização e a ação nesse cenário são de extrema necessidade.

Neste ano de 2024, o Instituto Ronald McDonald celebra seu 25º aniversário no Brasil, dedicando-se incansavelmente a uma abordagem sistêmica e em rede para apoiar melhorias desde a atenção primária até a alta complexidade, englobando o contexto da assistência às famílias, especialmente as mais vulneráveis.

Integrante do sistema global da Ronald McDonald House Charities, a RMHC, presente em 62 países, a instituição em nosso país concentra seus esforços no câncer infantojuvenil. Ao longo dos anos, já beneficiou 108 instituições/hospitais e investiu mais de 378 milhões de reais em 1.749 projetos, abrangendo 22 estados e o Distrito Federal. A alocação de recursos foca em melhorias hospitalares (63%) e projetos que promovem a aderência ao tratamento e suporte às famílias (37%).

No entanto, o entendimento é claro de que investir sozinho não é suficiente para resolver a questão e aumentar as chances de cura. A articulação em rede, a formação de profissionais e o diálogo com organismos internacionais, sociedades científicas e todas as esferas do poder executivo e legislativo são peças cruciais para alcançar cuidados justos. O objetivo é elevar o Brasil ao patamar de 80% de cura do câncer infantil, equiparando-se a países com alta renda.

Nos últimos anos, o Instituto Ronald McDonald tem dedicado esforços para ampliar sua visão, compreendendo as necessidades e influenciando a organização da rede para proporcionar o cuidado centrado no paciente e na família. Contudo, a consciência de que a jornada não pode ser percorrida sozinha permeia todas as ações. A participação ativa de toda a sociedade é fundamental para avançar nas taxas de cura, especialmente na região Norte, que está abaixo de 60%, conforme propõe como taxa mínima a Iniciativa Global de Câncer Infantil da Organização Mundial da Saúde (OMS) até o ano de 2030. Mas não nos contentamos com os 60%, temos a visão de que é possível chegar aos 80% de taxa de cura. Mas apenas com esforços coletivos e políticos, será possível atingir esse patamar e impulsionar o Brasil nessa direção.

O coletivo precisa transcender fronteiras locais e adotar uma visão nacional, reconhecendo que o benefício social é mais relevante. É nesse princípio que o Instituto Ronald McDonald baseia sua atuação, comprometendo-se nos próximos anos a desenvolver soluções que ampliem o conhecimento e gerem mudanças reais e efetivas. O objetivo é que as crianças não tenham seus futuros interrompidos. Se há possibilidade de salvar vidas, convidamos toda a sociedade a juntar-se nessa causa! E aí, vem conosco?! Juntos somos mais fortes!

Instituto Ronald McDonald participa da Reunião de Gerentes McDonald’s em Salvador

Uma parceria muito especial!

Para fortalecer o relacionamento com as equipes dos restaurantes McDonald’s e aproximá-las ainda mais da causa, o Instituto Ronald McDonald participou, entre os dias 23 e 24 de janeiro, da Reunião de Gerentes McDonald’s, evento que reuniu mais de 1000 pessoas em Salvador, na Bahia!

Em um stand incrível, foram divulgados os programas e projetos do Instituto e como a parceria com a rede McDonald’s, através das campanhas McDia Feliz e Cofrinhos, fazem a diferença para a luta contra o câncer infantojuvenil no Brasil. Além disso, contamos com o apoio da Flex Interativa para que todos pudessem conhecer uma das unidades do Programa Casa Ronald McDonald em uma experiência de realidade virtual especial e muito imersiva!

Participaram do encontro nossa Diretora Executiva, Bianca Provedel, nosso fundador e superintendente Institucional, Chico Neves, a nossa Gerente de Parcerias Estratégicas e Relacionamento, Mariana Gomes e a Líder de Campanhas e Parcerias McDonald’s, Ana Carolina Martins.

Agradecemos à Arcos Dorados, em especial ao Rogerio Barreira, Dorival Oliveira e todo time de funcionários e também a todos os franqueados e fornecedores que estiveram conosco e nos prestigiaram no evento.

Juntos, construímos histórias e fortalecemos nosso compromisso com a comunidade.

Instituto Ronald McDonald participa do XV Childhood Cancer Internacional da América Latina

Nossa Diretora Executiva, Bianca Provedel e nossa gerente de Programas, Inovação e Advocacy, Danielle Basto Quaresma, representaram o Instituto Ronald McDonald no XV Childhood Cancer Internacional da América Latina, realizado entre os dias 16 e 18 no Panamá.

O evento, que reuniu 33 organizações de 17 países, tem como objetivo debater desafios regionais e promover o compartilhamento de conhecimento e experiências na luta contra o câncer infantojuvenil.

Essa participação ativa e colaborativa, em um encontro que busca fortalecer laços entre organizações de toda a América Latina, reforça o compromisso do Instituto Ronald na busca por soluções conjuntas e melhores práticas no enfrentamento do câncer infantojuvenil no Brasil.

“Esta é uma grande oportunidade para conhecer a realidade de outros países e trocar experiências em prol da causa. Compreender os desafios enfrentados pelos demais países e organizações da América Latina podem proporcionar um novo olhar para a forma como atuamos no combate à doença no nosso país”, avaliou Bianca Provedel.

No segundo dia de evento, nossa gerente de Programas, Inovação e Advocacy, Danielle Basto Quaresma, teve a oportunidade de apresentar o trabalho do Instituto Ronald McDonald e, em conjunto com outras organizações, compartilhou um pouco sobre nosso trabalho no Brasil e destacou os impactos dos programas e projetos por meio da Jornada da Família, além de abordar os desafios e metas para o futuro.

Estamos orgulhosos de fazer parte desse esforço coletivo e continuamos comprometidos com a busca por soluções conjuntas e melhores práticas na luta contra a doença.

#InstitutoRonald #CCIlatam #cancerinfantojuvenil #compromisso #impactospositivos

Instituto Ronald McDonald inaugura 9º Espaço da família no Brasil

A unidade foi aberta na segunda, 18/12, em Florianópolis, Santa Catarina, e fortalece a rede de apoio às famílias em tratamento contra o câncer infantojuvenil.

Em mais um passo significativo em sua missão de promover o bem-estar de crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer, o Instituto Ronald McDonald celebra a inauguração do 9º Espaço da Família, em parceria com a Associação dos Voluntários de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente (AVOS) e o Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG). Este novo espaço não é apenas uma extensão física, mas uma promessa de apoio, conforto e esperança para as famílias que enfrentam a difícil jornada da doença.

“É com grande felicidade que celebramos mais um Espaço da Família, um ambiente que vai além de suas paredes físicas, pois representa um compromisso coletivo de oferecer suporte e esperança para famílias que enfrentam a difícil jornada do câncer infantojuvenil”, compartilha Bianca Provedel, CEO do Instituto Ronald McDonald que continua: “Cada novo espaço é uma realização que fortalece nosso compromisso em oferecer suporte integral, não apenas aos pacientes, mas a todos os que os cercam.”

Localizado no Hospital Infantil Joana de Gusmão, o novo Espaço da Família foi inaugurado na segunda, 18/12 e vai operar de segunda a sexta-feira, das 07h às 17h, oferecendo um refúgio acolhedor para pacientes em tratamento ambulatorial e seus responsáveis, bem como para pacientes internados e seus acompanhantes, durante os intervalos de tratamento. O acesso ao Espaço é meticulosamente controlado por funcionários e voluntários, assegurando que as normas estabelecidas em parceria com a AVOS e o HIJG sejam seguidas.

Para Zélia Maria Silva Rocha, presidente da AVOS, o novo espaço traz vida e esperança para os pacientes. “É com imenso orgulho que inauguramos o Espaço da Família Ronald McDonald, um presente destinado às famílias no momento em que mais necessitam. Celebramos a duradoura parceria entre a AVOS e o Instituto Ronald McDonald.”

O projeto visa proporcionar uma experiência menos desgastante e mais humanizada dentro dos hospitais, contribuindo com a adesão ao tratamento do câncer. Com brinquedoteca, salas de atividades infantil e juvenil, cineminha, área de alimentação com copa, sanitários, fraldário e guarda volumes, o ambiente, muitas vezes, transforma a experiência de crianças, adolescentes e seus familiares.

“O Hospital Infantil Joana de Gusmão destaca-se como referência no atendimento às crianças catarinenses. O Espaço da Família Ronald McDonald surge como um adicional de qualidade no tratamento dos pacientes com câncer, representando a harmoniosa união entre solidariedade e ciência. Essa combinação contribui significativamente para transformar a vida dos nossos pequenos pacientes”, ressalta doutor Levy Rau, Diretor Geral do Hospital Infantil joana de Gusmão.

Compromisso com o futuro do Brasil

Ciente da missão do Instituto em levar esperança e promover a cura e o bem-estar no antes, durante e pós tratamento contra o câncer, Bianca Provedel carrega otimismo para o futuro. “Estamos comprometidos em expandir essa iniciativa em 2024, inaugurando novos espaços em diferentes localidades do Brasil. Queremos alcançar ainda mais famílias, oferecendo um porto seguro durante um período desafiador.”

Sobre o Instituto Ronald McDonald

Organização sem fins lucrativos, o Instituto Ronald McDonald (IRM) há mais de 24 anos atua para promover saúde e bem-estar de crianças, adolescentes e suas famílias e contribui para aumentar as chances de cura do câncer infantojuvenil no Brasil. Estruturação de hospitais especializados, hospedagem para famílias que residem longe dos hospitais, capacitação de estudantes e profissionais de saúde, incentivar a adesão a protocolos clínicos e promover disseminação de conhecimento sobre a causa, são algumas das frentes da organização. Saiba mais sobre os programas e as instituições beneficiadas, acessando www.instituto-ronald.org.br.

ARTIGO: O Poder coletivo no combate ao câncer infantojuvenil

O verdadeiro potencial da transformação reside na união de milhares de corações dispostos a fazer a diferença. Em 2023, fomos testemunhas não apenas da evolução do terceiro setor, mas da resiliência e compaixão de todos que abraçaram a nossa causa. Agora, em janeiro de 2024, continuamos a jornada do Instituto Ronald McDonald, explorando como cada brasileiro tem contribuído para iluminar o caminho daqueles que enfrentam a luta contra o câncer infantojuvenil.

Como líder de uma organização do terceiro setor, cada passo dado reflete uma sensibilidade única, especialmente para mulheres em cargos de liderança. Destaco a urgência em proporcionar soluções para promover a cura para crianças e adolescentes, além de aliviar a dor de suas famílias.

Minha trajetória de 19 anos iniciou-se como assistente de comunicação, crescendo até alcançar a posição de CEO. Esta ascensão não é apenas uma conquista pessoal, mas também uma representação do papel crucial das mulheres no terceiro setor. A liderança feminina oferece uma abordagem única, combinando empatia, resiliência e determinação incansável.

Ao trilhar esse caminho, minha jornada como mulher e mãe tornou-se uma fonte constante de motivação. Meu filho Rodrigo, hoje com 19 anos, não apenas enriquece minha vida pessoal, mas também aprimora meu entendimento sobre as complexidades enfrentadas por mães que dedicam suas vidas à batalha pela cura de seus filhos. Ser mãe não é apenas uma faceta da minha vida, mas uma força motriz que impulsiona a urgência de criar impacto e fazer a diferença.

A mulher, líder e mãe que sou convergem sua força para transformar a realidade do câncer infantojuvenil no Brasil. O Instituto Ronald McDonald é o epicentro dessa missão, focado em aumentar as chances de cura, promover qualidade de vida e oferecer apoio integral às famílias afetadas. A liderança feminina guia nossas ações, proporcionando um olhar atento às necessidades das famílias e um compromisso inabalável em aliviar o fardo que carregam.

O McDia Feliz 2023 testemunhou a incrível solidariedade brasileira. Em sua 35ª edição, a campanha consagrou-se como a maior da história, arrecadando R$ 20.9 milhões. Esses recursos se traduzem em 72 projetos de 51 instituições de oncologia pediátrica lideradas pelo Instituto Ronald McDonald, impactando mais de 3 milhões de crianças e jovens diretamente. O Instituto, parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC), está presente em 62 países, com mais de 1,4 milhão de hospedagens oferecidas globalmente.

Ao olharmos para os 24 anos de impacto do Instituto Ronald McDonald, vemos números que refletem compromisso e dedicação. Mais de R$ 378 milhões investidos em oncologia pediátrica no país, beneficiando 10 milhões de crianças e adolescentes indiretamente. Em 2023, o Programa Diagnóstico Precoce capacitou 2.929 profissionais de saúde e educadores, sensibilizando-os sobre os sinais do câncer infantojuvenil.

Enquanto lidero essa missão, expresso minha gratidão a todos que se uniram a nós. Num mundo onde as mulheres desempenham papéis cruciais, a urgência de criar impacto é conduzida pela força, sensibilidade e resiliência que caracterizam a liderança feminina. Unidos, transformamos vidas e inspiramos esperança. Que cada gesto de bondade continue a iluminar o caminho daqueles que mais precisam. Sabemos que a força coletiva nos ajudará a transformar o ano em que completamos 25 anos de atuação no Brasil em um ano histórico para o terceiro setor, mudando a vida de milhares de pessoas.